Acusação pede condenação de 17 anos ao réu brasileiro

Na segunda sessão do julgamento do réu Carlos Katsuhiro Okamoto, 48 anos, de Toyokawa, ocorrida na manhã de quinta-feira (6) a acusação pediu condenação de 17 anos.

Ele está sendo julgado pelo crime de assassinato da esposa Cláudia Mayumi Makimori, que se foi aos 40 anos. O homicídio ocorreu na casa deles em 17 de dezembro do ano passado, por volta das 5h. A vítima morreu por causa do choque hemorrágico.

Segundo a promotoria, o assassinato aconteceu depois de uma discussão. “O réu tinha dívidas com a família da esposa. Além disso teve caso com uma conhecida da senhora Mayumi”, apontou.

Na instalação da Divisão Administrativa de Okazaki do Tribunal Regional de Nagoia (Aichi), a acusação reafirmou “começaram uma discussão por causa da grande dificuldade econômica mais as traições das duas partes. O réu irritado usou uma espécie de martelo para espancar a esposa. Depois, ainda usou um objeto cortante para ferir o pescoço”.

Novamente o advogado insistiu que foi a esposa quem sacou a faca primeiro. Enfatizou que o casal se colocou em uma situação perigosa pois ambos portavam armas. Diante dessa situação considera apropriado 7 anos de prisão.

O réu receberá a sentença em 10 deste mês.

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *