Até quando?

Quando fazemos esta pergunta a Deus, geralmente representa o grito angustiante, perturbador.

Quando se sente ameaçado por inimigos, sentir-se abandonado e esquecido? Diz: esqueceram de mim! Fica relutando por dentro, triste, o coração chora; sem forças para se erguer e enfrentar o mundo. Mostre a atitude certa, terminando com este resultado negativo. Obtenha palavras de fé! No tocante a você, confia na graça; alegria! Qual o motivo para se questionar tanto? Por sua parte não justa, súplicas de egoístas, expressões de um desejo maior.

Mesmo enfrentando dificuldade, seja um servo de exemplo! Esperar com paciência, a resposta vem no momento exato.

Às vezes não se acha preparado, levando assim uma série de outros problemas. No final, acaba humilhado e aceitando qualquer resposta. Não fique falando e aceitando tudo que vem, deposite a sua confiança em Deus. A atitude de aceitar a vontade de Deus, mesmo quando não compreende totalmente a sua maneira de agir, deve caracterizar todo servo dele. Habacuque, 3:17 — 19

Infelizmente nunca vivemos tão afastado da Palavra de Deus como nos dias atuais, perdemos a referência sobre o que de fato é Deus. Vivemos hoje, onde o sou é mais importante.

Buscando mais o seu interesse, esquecendo o seu chamado, entregando a sua própria vontade. Não conseguindo aquilo que elas acham ser delas por direito, aquilo que infelizmente têm aprendido erroneamente e não buscam conhecer a verdade, fazendo tudo o que o seu eu mandar, e se esquecendo de buscar o que de fato Deus quer para a sua vida.

Até quando, ó Senhor, te esquecerás de mim? Para sempre? Até quando esconderás de mim o teu rosto?
Até quando encherei de cuidados a minha alma, tendo tristeza no meu coração cada dia? Até quando o meu inimigo se exaltará sobre mim?
Considera e responde-me, ó Senhor, Deus meu; alumia os meus olhos para que eu não durma o sono da morte;
Para que o meu inimigo não diga: prevaleci contra ele; e os meus adversários não se alegrem, em sendo eu abalado.
Confio na tua benignidade; o meu coração se regozija na tua salvação.
Cantarei ao Senhor, porquanto me tem feito muito bem.
(Salmos, 13:1 — 6)

Deus nos convoca a não mais nos calar, precisamos voltar a Palavra e pregá-la como se não houvesse mais tempo. Ser instrumentos nas mãos de Deus para que essa geração volte ao centro de Sua vontade e não seja mais confundido.

Que Deus nos fortaleça e nos direcione, que Sua misericórdia nunca se aparte de nós e que Seu Espírito Santo nos conduza no real conhecimento da pessoa de Jesus.

Deus abençoe a todos e um abraço!

CCPSP
CAFÉ COM PASTORES — SP
Endereço eletrônico: ccpsp2018@gmail.com
WhatsApp: 14 988 056 852
Celular: 14 981 003 557.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *