Biblioteca Municipal tem inscrições abertas para curso de Agente Cultural

Curso de 160 horas será realizado pelo Senac, em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura

 

O Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura, realizará a partir de setembro o curso de Agente Cultural, com 30 vagas, carga horária de 160 horas e certificado de conclusão.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 24 de agosto na Biblioteca Municipal. Os interessados devem ter mais de 16 anos, ter Ensino Fundamental II incompleto e levar RG e CPF.

As aulas acontecerão de 3 de setembro a 8 de novembro, de segunda a sexta-feira (das 19h às 22h30), na Biblioteca Municipal, que fica na rua São Luiz, 1295, esquina com a rua São Carlos.

O curso de Agente Cultural capacita o aluno para realizar diagnóstico e análise de ambientes culturais locais e articular empreendimentos culturais que envolvam comunidade, produtores, financiadores e órgãos públicos.

Também desenvolve as competências necessárias para que o profissional seja capaz de conhecer e contextualizar as identidades e as culturas locais, articular a produção entre artistas, grupos de manifestações culturais e seu público e estimular a formação de grupos ou coletivos culturais, buscando apoio para essas realizações e promovendo-as entre comunidade, gestores, demais atores e instituições.

Mercado de Trabalho

O setor cultural tem ocupado cada vez mais relevância na agenda das políticas públicas e ampliado significativamente sua participação na economia nacional.

Estudos apontam a participação da cultura em torno de 2% do PIB, sinalizando uma área com potencial de crescimento, empregabilidade e possibilidade de geração de renda.

No setor público, a cultura ampliou espaço com o reconhecimento, pela sociedade, de sua importância para o cidadão, levando os políticos a criarem leis, estruturas, instituições e até mesmo garantir constitucionalmente direitos e formas de atuação do estado na área.

Este cenário é frutífero para a constituição de um perfil profissional que possa fazer a ponte entre as identidades culturais locais e suas formas de manifestação, criando ambiência favorável para que o poder público e a iniciativa privada, com suas políticas de fomento cultural, possam fornecer cada vez mais e melhor acesso do público à cultura.

O agente cultural atua no âmbito da comunidade como um propulsionador do desenvolvimento social por meio da cultura, contribuindo com o fomento ao resgate de conhecimentos e saberes culturais locais, criando espaços para divulgação e valorização da comunidade, como forma de reafirmação da cultura local, valorização dos saberes e garantia de trabalho e renda para as famílias.

Pode atuar de forma independente ou compondo equipe de instituições (poder público, organizações não governamentais – ONGs, sindicatos e associações comunitárias).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *