Caminhada em prol do Hospital do Amor de Barretos reúne grande público em Tupã

Na manhã do último domingo (25), aconteceu a “Caminhada Passos que Salvam”, organizada pela Comissão Responsável de Tupã com o apoio da Prefeitura, apoiadores e voluntários da Caminhada, utilizando camisetas e bonés promocionais, carro de som, faixas e panfletos, divulgaram a importância do diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. Os participantes percorreram a Avenida Tamoios.

A Caminhada Passos que Salvam é uma iniciativa do Hospital de Câncer de Barretos, com o objetivo de esclarecer, conscientizar e despertar a atenção de toda a população para os primeiros sinais e sintomas do câncer em crianças e adolescentes.

Luciana Ribeiro, que faz parte da comissão e que coordenou a caminhada em Tupã, afirmou que a ação beneficiará o tratamento das crianças no Hospital de Amor e agradeceu a participação de todos. “Acredito que Tupã abraçou a causa, que certamente irá beneficiar o Hospital, porém o mais importante foi a possibilidade de divulgarmos os sintomas do câncer infantil e com isso possibilitar mais atenção e agilidade no precoce diagnóstico”, destacou. Luciana ainda lembrou: “Se atentem para os panfletos, procurem ler e ficar de olho, essa simples ação pode salvar muitas vidas!”

Já a Coordenadora de Captação de Recursos, Renata Lins, que também integra a Comissão, disse que a caminhada em Tupã foi um sucesso graças ao empenho de todos os colaboradores. “Cada um que disse sim a nossa causa e colaborou, seja com o Kit, seja com a ajuda na divulgação da Campanha, foram essenciais. Agradeço a Prefeitura pela acolhida em nossa Caminhada e agradeço nossa equipe ‘Passos que Salvam’ que trabalhou incansavelmente para as crianças receberem amor e chegarem mais cedo aos Centros Especializados”, frisou ela.
O Secretário Municipal de Governo e Relações institucionais, Moacir Monari, que esteve presente durante a caminhada, agradeceu aos organizadores no município e relatou sobre a importância de realizar eventos desta natureza, que além de promover conscientização, também traz momentos de integração e solidariedade entre a população.

“Quanto maior o número de pessoas conscientizadas sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil, maior é a chance de conseguir que o tratamento seja eficaz, podendo alcançar até a cura. Agradeço ao prefeito Ricardo Raymundo por sempre estar apoiando eventos como esse”, afirmou.

De acordo com a organização do evento até o início da caminhada foram vendidos aproximadamente 700 kits de bonés e camisetas. Os valores arrecadados com a venda são enviados para o Hospital do Amor.

Câncer Infantojuvenil

Segundo informações do site do Hospital de Amor, muitas crianças e adolescentes com câncer chegam ao centro especializado de tratamento com a doença em estágio avançado por diversos fatores:

• desinformação dos pais
• medo do diagnóstico
• desinformação dos médicos
Algumas vezes o diagnóstico é feito tardiamente porque a apresentação clínica e as características de determinados tipos de tumores podem não diferenciar muito de doenças comuns na infância. Por isso, o conhecimento acerca do câncer é determinante para um diagnóstico seguro e rápido.
Quando o diagnóstico é feito precocemente, as chances de cura são muito maiores. Estima-se que as taxas de cura variam de 0 a 60% em países menos favorecidos, mas que poderiam chegar a 80-90% se diagnosticadas precocemente e tratadas em hospitais especializados, como acontece em alguns centros internacionais. A maioria dessas crianças terá vida normal após o tratamento adequado.
Os primeiros sintomas do câncer infantojuvenil
Existem diferentes sinais pelos quais podem supor que uma criança sofra de algum câncer, portanto fique atento se a criança apresentar:
• dores de cabeça pela manhã e vômito;
• caroços no pescoço, nas axilas e na virilha, ínguas que não resolvem;
• dores nas pernas que não passam e atrapalham as atividades das crianças;
• manchas arroxeadas na pele, como hematomas ou pintinhas vermelhas;
• aumento de tamanho de barriga;
• brilho branco em um ou nos dois olhos quando a criança sai em fotografias com flash.
Com o diagnóstico precoce as taxas de cura podem chegar de 80 a 90%.

FONTE : TUPÃ CITY
   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *