Casal de brasileiros preso: suspeita de fraudar subsídio

Um casal de brasileiros foi preso por duas suspeitas. A primeira, de capturar cervo japonês no período proibido para caças, na montanha em Shitara-cho (Aichi). E o outro motivo é que teria fraudado a obtenção do subsídio (奨励金) quando se combate pássaros e animais nocivos.

Residentes em Higashiura-cho (Aichi), Gerson K. Kaneta, 66, e a esposa Tania Brum, 44, ambos brasileiros, foram levados pela polícia, informou o noticiário da CBC TV nesta segunda-feira (23).

&nbspCasal de brasileiros preso: suspeita de fraudar subsídio
Apreensão dos materiais para caça e anúncio da prisão (CBC TV)

A polícia apreendeu os materiais usados para caça.

Segundo informação da polícia os dois teriam capturado 3 cervos japoneses e um texugo-japonês (Meles anakuma) sem permissão, no período de proibição de caça, em novembro do ano passado. Além disso teriam fraudado a captura, como se fosse realizada da forma correta.

Há suspeita de que os dois tenham recebido 86 mil ienes de forma fraudulenta, de Shitara-cho e verba do governo, referentes ao subsídio do extermínio de animais nocivos, previsto na lei de proteção à vida selvagem.

“Caçamos mas não sabíamos que era um dinheiro que não podíamos receber”, teriam alegado os dois durante o interrogatório, negando a fraude.

Segundo a polícia os dois caçaram cerca de 130 cervos e outros animais no ano passado. Como receberam o subsídio, a investigação prossegue para apurar se há envolvimento em outro crime.

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *