Consórcio, que inclui Marília, negocia compra de vacina chinesa “concorrente” da Coronavac

Prefeito Daniel Alonso manifestou interesse na compra de até 400 mil doses de vacina

O Conectar, consórcio de prefeitos para compra de vacinas contra a Covid-19, formalizou a intenção de comprar 15 milhões de doses do laboratório chinês Sinopharm, um dos cinco a desenvolverem vacinas na China, ao lado do Sinovac, responsável pela Coronavac, já em uso no Brasil.

Um relatório de atividades diplomáticas divulgado pelo consórcio de prefeitos mostra que a vacina já tem autorização de uso em 38 países. Marília, por meio do chefe do Executivo Daniel Alonso, participa no consórcio e manifestou interesse na compra de até 400 mil doses da vacina.

Segundo o relatório, o Conectar enviou ofício ao embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, com pedido de apoio ao pleito e solicitando uma reunião virtual com a diretoria do Consórcio.

O consórcio, criado pela FNP (Frente Nacional de Prefeitos), sinalizou ainda interesse na compra imediata de seis milhões de doses. Formalizou ainda a primeira diretoria, que tem o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, como presidente.

Os prefeitos de São Paulo, Bruno Covas, que será vice-presidente para Cooperação Internacional, e de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, Vice-Presidente para a Região Sudeste– Não Capitais, ocupam cargos na direção. Gustavo Henrique Costa, o Guti, prefeito de Guarulhos, integra o conselho fiscal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *