Corinthians bate o Palmeiras e mantém esperança de ir ao mata-mata

O Derby de São Paulo marcou o retorno do Campeonato Paulista ontem, depois de pouco mais de quatro meses de paralisação devido a pandemia do coronavírus. Se o período não foi suficiente para um país que registrou no mesmo dia do clássico o recorde diário de 1.293 mortes, serviu para dar fôlego ao Corinthians.

A Arena vazia não impediu o Timão de se impor em casa diante do Palmeiras e sair com a vitória por 1 a 0 graças a gol de Gil logo aos 14 minutos de disputa, após cabeçada para o chão, que ainda contou com desvio no braço de Felipe Melo e pouca agilidade de Weverton.

No único tento do jogo, destaque para a batida de escanteio de Fagner em sua 350ª atuação pelo alvinegro e pela falha de Zé Rafael, aposta de Vanderlei Luxemburgo, na marcação dentro da área alviverde.

A lamentação dos visitantes foi ainda maior devido a bola na trave de Willian quando o relógio marcava apenas dois minutos. Aliás, a primeira metade da etapa inicial impressionou pela disposição dos arquirrivais, que se contra-atacaram em sequência.

As arquibancadas vazias pela primeira vez no Derby depois de 116 anos de confrontos pesaram mais contra os corintianos, que não conseguiram manter o ritmo no segundo tempo e não puderam contar com o apoio da Fiel.

O cenário ficou todo favorável ao Palmeiras, que amassou a defesa de Tiago Nunes ao controlar a disputa e bombardear o gol adversário. Neste momento, apareceu o nome do clássico: Cássio. O goleiro do Corinthians fez um verdadeiro milagre com o pé esquerdo em finalização de Willian e pegou pelo menos mais três bolas que fizeram os palmeirenses levarem as mãos à cabeça, incrédulos.

O resultado quebrou um jejum de seis jogos. Desde 2 de fevereiro, o Corinthians não vencia no Paulistão. Desde então o Palmeiras não sabia o que era perder, mas também alcançou o quarto compromisso seguido sem vitória no Estadual.

FONTE : JORNAL DA MANHÃ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *