Coronel Marcos Boldrin deixa o PP

Durou pouco o casamento do PP (Progressistas) de Marília com o ex-comandante da Polícia Militar, Marcos Boldrin. Após se filiar à legenda no último dia 4 de abril, o militar anunciou no último final de semana que não faz mais parte da sigla.

Na semana passada, o Jornal da Manhã publicou reportagem apontando o nome do Coronel Boldrin na corrida eleitoral a prefeito, como pré-candidato.

No dia seguinte, o presidente dos Progressistas na cidade, Rogério Alexandre da Graça, o Rogerinho, manifestou apoio à chapa de Abelardo Camarinha (Podemos), praticamente descartando uma candidatura própria.

O nome do Coronel Boldrin então começou a ser ventilado como candidato a vice-prefeito na chapa de Camarinha, vaga esta disputada por outros partidos aliados.

Em comunicado oficial endereçado à imprensa, o Coronel Boldrin destacou que “quando convidado a participar da vida político-eleitoral, definimos, em comum acordo, alguns princípios irredutíveis, dentre eles: a capacidade de diálogo com todos os pré-candidatos, partidos políticos e grupos, sem quaisquer preconceitos, e; o trabalho em Equipe consolidada, com claro e transparente fluxo de informações e deliberações em conjunto”.

Ele destacou ainda que “durante o desenrolar do processo de pré e pós-filiação e diante do até agora presenciado, percebo que não há nem haverá, neste curto espaço de tempo até 4 de outubro, terreno fértil para o pleno afloramento de tais princípios”.

O Coronel Boldrin agradeceu o presidente do Diretório Municipal do Progressistas, Rogério Alexandre da Graça.

“Em comum acordo, apresentei meu pedido de desfiliação do partido (PP), registrado no TSE sob o código eleitoral de número 11. Lisura e ética, capacidade de estofo político, diálogo e boa gestão pública, protegendo e servindo gente do bem e os injustiçados – habilidades desenvolvidas ao longo dos 32 anos de vida pública, reconhecidas pelas idôneas pessoas que desejam uma Marília que volte a ocupar seu histórico lugar de destaque nos cenários estadual e nacional, tais a você, leitor, a quem desde já agradeço pelo carinho de sua aberta manifestação. Acredito, de todo coração, que as verdadeiras e necessárias transformações urbanas em nossa cidade, os avanços socioeconômicos, a capacidade de enfrentarmos os breves efeitos afetos à pandemia que virão à forte galope contra todos nós só são possíveis unicamente pelo poder justo, equilibrado e decisório: o da Política maior. É a Política a forma mais eminente de caridade e, em período de simbólica quaresma cristã, inescapável é a reflexão sobre uma que seja fundada na verdade e na caridade: manter-se propositivo, favorável à transformação, a mudanças, vivifica e garante o renascimento pascal: caridade e verdade sempre triunfam, ao final. Que você e os cidadãos que votarão nas próximas eleições municipais escolham com sabedoria. Marília merece este carinho”, finalizou.

FONTE : JORNAL DA MANHÃ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *