Cresce o número de ofertas de trabalho ilegal em meio à pandemia de coronavírus no Japão

Um crescente número de pessoas que perderam ou que possivelmente devem vir a perder seus empregos em meio ao surto de coronavírus no Japão passaram a receber ofertas para realizar trabalhos ilegais por meio das redes sociais.

O Ministério do Trabalho afirma que 1.473 pessoas perderam seus empregos, ou enfrentaram a possibilidade de ficarem desempregadas, no período de dois meses até 6 de abril.

Muitos desempregados recorreram ao Twitter e a outras redes sociais para buscar oportundiades de trabalho.

Alguns deles receberam ofertas de trabalhos ilegais, tais como golpes em que criminosos cometem fraudes financeiras pelo telefone ou outros meios.

Um homem de 26 anos que decidiu fechar sua empresa afirma que recebeu cerca de 10 mensagens logo após ter tuitado que precisava encontrar trabalho. Ele conta que todas as ofertas eram de trabalho ilegal, tais como empregos relacionados a golpes por telefone.

Um especialista afirma que as pessoas tendem a buscar emprego pelas redes sociais quando estão desesperadas por trabalho, mas ainda assim, precisam ficar em casa. O especialista alerta que pessoas nessas condições podem ser iludidas a se engajar em trabalhos ilegais devido à falta de monitoramento e fiscalização por terceiros.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *