Diretor do MAC descarta volta de Ícaro: “Jogou apenas 70 minutos esse ano”

Com a volta certa do Campeonato Paulista da Série A-3 (ainda sem data), a diretoria do Marília Atlético Clube (MAC) segue atrás de reforços, que substituirão alguns atletas do atual elenco com contrato se encerrando no dia 20 de maio.

Ontem (dia 27), o Alviceleste descartou a possibilidade de trazer de volta o meia Ícaro, de 23 anos, um dos destaques na campanha do acesso na 4ª Divisão de 2019.

Em entrevista ao site Interiornews, o jogador abriu às portas para o retorno. “Gostaria de voltar sim. Marília foi onde tive minha melhor fase na carreira. A cidade e a torcida me acolheram e posso dizer que é minha segunda casa”.

Ícaro começou o ano no Concórdia-SC, na elite do Catarinense, mas não entrou em nenhuma partida. Em março, se transferiu para o Veranópolis-RS (2ª Divisão) e atuou em dois jogos, entrando no segundo tempo.

“A princípio não temos interesse, pois ele jogou apenas 70 minutos esse ano. Não está no perfil que estamos buscando”, explicou o novo diretor executivo do MAC, Vagner Silva. Na ‘Bezinha’ de 2019, Ícaro foi o vice-artilheiro maqueano com sete gols e participou de outros sete com assistências diretas, em 25 partidas disputadas.

O dirigente do MAC esclareceu qual tipo de “perfil” quer para reforçar o elenco nesse momento. “Precisamos de jogadores que estavam atuando e que venham para resolver nosso problema, e não para compor elenco. Nosso monitoramento está sendo feito com atletas que estavam em cinco estaduais de elite do País: Carioca, Goiano, Paranaense, Catarinense e Gaúcho”, frisou.

Vagner Silva falou que está em conversas com reforços, mas não revelou nomes e posições. “Acredito que a partir da próxima semana a gente comece a definir contratados, pois atletas que queremos ainda possuem contrato vigente, mas ao final deste mês a grande maioria já terá encerrado seu vínculo e estarão disponíveis no mercado”, destacou.

Gerônimo não é prioridade – O diretor executivo do Marília confirmou que o atacante Gerônimo, de 23 anos, que a reportagem JM divulgou no último sábado (25), está sendo monitorado pelo clube para a sequência da Série A-3, mas revelou que o jogador não é prioridade para o setor.

“Temos outras quatro situações sendo analisadas e que estão à frente dele nesse momento, mas ele ainda não foi descartado por nós”, lembrou.

O atacante estava disputando a elite do Paranaense pelo PSTC (Cornélio Procópio), realizou oito partidas (todas como titular) e marcou apenas um gol, justamente na última rodada antes da paralisação pelo coronavírus, no empate de 1 a 1 diante do Cascavel, em casa, no dia 15 de março.

Atacante de lado de campo, também pode atuar como centroavante. Seu contrato com o clube paranaense se encerra no fim deste mês e não será renovado.

Contratos acabando – Dos 26 jogadores do elenco maqueano, apenas o volante Levi e o lateral-esquerdo Edu Pina têm contrato até novembro deste ano. Os demais encerram seu vínculo com o clube no próximo dia 20 de maio.

Em reunião com os clubes da Série A-3 há duas semanas, a Federação Paulista de Futebol (FPF) autorizou as equipes a contratar jogadores para repor aqueles que não renovarem, para a sequência da competição.

Mesmo podendo contratar até 24 novos jogadores, o técnico Guilherme Alves disse que a prioridade é trazer no máximo seis jogadores. A única posição em que revelou não reforçar é no gol, que já possui: Thiago Moraes, Igor e Felipe Mosquete. Restam quatro rodadas para o fim da 1ª fase e o Alviceleste está na zona do rebaixamento (penúltimo lugar – 15º) com 11 pontos.

Entretanto, o 8º colocado Desportivo Brasil (último da zona de classificação) tem somente 14. As quatro partidas finais serão contra: Grêmio Osasco (casa), Capivariano (fora), Desportivo Brasil (casa) e Barretos (fora).

FONTE : JORNAL DA MANHÃ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *