ENERGISA INFORMA QUE CORTES DE ENERGIA ELÉTRICA EM RESIDÊNCIAS E SERVIÇOS ESSENCIAIS ESTÃO SUSPENSOS 03 DE ABRIL DE 2020

A Energisa Sul-Sudeste enviou a redação do Portal de Notícias Bastos Já comunicado informando que o corte de energia elétrica está suspenso temporariamente para clientes residências e serviços essenciais, como hospitais. Ainda segundo a empresa, foi preparado um conjunto de medidas para facilitar o pagamento de contas atrasadas. No dia 24 do mês passado, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu suspender os cortes no fornecimento de energia, de alguns consumidores, por falta de pagamento, medida válida por 90 dias – período que pode ser alterado – em razão da crise na economia provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Dalessandro Mafei, gerente de serviços comerciais da Energisa Sul-Sudeste, explica que “os consumidores atendidos em baixa tensão, como as residências e pequenos comércios, poderão dividir novamente seus débitos já negociados com entradas facilitadas e mais opções de parcelamento. Os cortes dos clientes residenciais e para os serviços considerados essenciais foram temporariamente suspensos devido à pandemia do Covid-19, mas as contas seguem normalmente. Estamos sensíveis a este momento difícil e queremos ajudar os nossos clientes a manterem o equilíbrio financeiro, evitando atrasos e acúmulo de contas a pagar. As medidas serão customizadas de acordo com o perfil de dívida de cada cliente”, afirma.

Os clientes da Energisa Sul-Sudeste que pretendam solicitar a negociação de dividas sem sair de casa deve utilizar os canais digitais de atendimento: WhatsApp da Gisa 18 99120-3365, aplicativo Energisa On (disponível nas lojas virtuais), site energisa.com.br e call center (0800 70 10 326). As agências de atendimento estão temporariamente fechadas, seguindo a determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para evitar a propagação do novo coronavírus. A empresa destaca ainda que contas podem ser quitadas nos canais tradicionais, como aplicativo do banco, agências bancárias, banco 24h e os outros agentes arrecadadores, como mercados, farmácias e lotéricas, que seguem abertos.

Vale lembrar que a medida de não interromper o fornecimento não isenta os consumidores do pagamento das contas dos meses de abril, maio e junho, mas serve para garantir a continuidade do fornecimento para quem não tiver condição manter as faturas em dia. Quem tiver condições de pagar no prazo as suas faturas que o façam, evitando acumulo de contas no futuro.

FONTE : BASTOS JÁ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *