Escola pede desculpas por fazer alunas informarem detalhes do período menstrual

Uma escola mista de ensino médio na província de Shiga admitiu na sexta-feira (21) ter exigido de suas alunas que informassem verbalmente aos professores quantos dias elas ficavam menstruadas quando precisavam se ausentar das aulas de natação.

A prática, que foi implementada na Shiga Prefectural Ritto High School por vários professores de educação física por pelo menos quatro a cinco anos, veio à tona após um pai ter se queixado ao conselho educacional da província.

Satoshi Saito, diretor da escola, pediu desculpas por ter causado “sofrimento mental” às estudantes.

De acordo com a escola e outras partes envolvidas, um pai apresentou uma queixa em 13 de junho após sua filha que frequenta o primeiro ano ter sido obrigada a dizer seu nome, turma e número de dias que ficava menstruada quando entrou na sala dos professores para se desculpar pelas aulas de natação.

Além do professor de educação física, outros docentes também estavam presentes na sala.

O pai fez uma segunda queixa no dia seguinte após não terem dado a devida atenção à situação.

Enquanto a escola tenha explicado que a medida era para que os professores confirmassem a condição física das estudantes e planejassem as próximas aulas, Saito, o diretor, reconheceu que tal prática é “inaceitável em termos de senso convencional e uma falta de consideração com as estudantes”.

&nbspEscola pede desculpas por fazer alunas informarem detalhes do período menstrual
Shiga Prefectural Ritto High School (News 24)

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *