Marcos Rezende defende reabertura gradual do comércio e pondera cuidados contra a covid-19

“A comunidade médica já sinaliza de nós estarmos, com responsabilidade, voltando à atividade normal”, afirmou nesta sexta-feira, dia 17, o vereador e presidente da Câmara Municipal de Marília, Marcos Rezende (PSD), após participar da reunião do comitê de enfrentamento da covid-19. Em defesa do pequeno e médio empresário, prestadores de serviços e comerciantes, Marcos Rezende defendeu a reabertura gradual do comércio. “Cabelereiros, das manicures, dos proprietários de restaurantes, lanchonetes e bares estão em dificuldades extremas. Infelizmente, 600 mil pequenas empresas fecharam suas portas em nosso país durante este período de quarentena por força do coronavírus”, ponderou o vereador.

O presidente da Câmara Municipal ressaltou que Marília cumpriu regularmente o protocolo das autoridades sanitárias, se antecipou com relação ao isolamento social e agora está colhendo os bons frutos das medidas de contingenciamento. “Tanto é que não estamos sofrendo uma epidemia de covid-19, os casos são poucos e a situação está controlada. De modo que entendo que, se adotarmos as restrições e cuidados para que não aja propagação do vírus, o comércio poderá ser reaberto de modo gradual e as atividades de convivências poderão ser retomadas de forma consciente e responsável”, salientou. Desde que iniciou a quarentena, Marcos Rezende instalou o gabinete on-line e mantendo o atendimento remoto a todos que o procuram. Quanto ao Poder Legislativo, o presidente ponderou que estará conversando com os demais vereadores a possibilidade de alterar o Regimento Interno e, como vem ocorrendo no Congresso Nacional, estabelecer sessões remotas, com presenças e votações dos vereadores por videoconferência e de modo on-line. “Quero parabenizar o procurador Jefferson Aparecido Dias que, através de seu artigo na Imprensa, informou que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que os prefeitos são os responsáveis sobre o regulamento do comércio em suas cidades”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *