Marília reduz em mais de 71% o número de mortes em vias públicas em relação a 2015

No ano passado foram oito óbitos contra 28 de 2015, quando os dados começaram a ser disponibilizados pelo Infosiga SP

O município de Marília diminuiu em 71,43% o número de mortes de trânsito nas vias públicas da cidade em relação ao ano de 2015, de acordo com dados do Infosiga SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo).
Foram oito óbitos no ano passado contra 28 em 2015, quando os dados começaram a ser disponibilizados pelo órgão do Governo do Estado.
O prefeito Daniel Alonso afirma que os dados do Infosiga comprovam o grande trabalho desenvolvido pela gestão na Emdurb (Empresa Municipal de Mobilidade Urbana), comandada pelo presidente Dr. Valdeci Fogaça.
“Desde quando assumimos a gestão, o trânsito era mais um desafio a ser enfrentado. Com grande trabalho da equipe da Emdurb, através do Dr. Valdeci, desenvolvemos uma série de ações que tornaram o trânsito de Marília bem mais seguro, o que é comprovado pelos dados do Infosiga. Temos que continuar trabalhando para reduzir ainda mais e, com a colaboração de motoristas, motociclistas e pedestres, tornar esse trânsito cada vez mais seguro para todos”, disse o Chefe do Executivo.
Entre as ações desenvolvidas pela Prefeitura e Emdurb estão a instalação de vários conjuntos semafóricos em pontos estratégicos da cidade; a remodelação de alguns dispositivos viários, como da avenida Castro Alves e da avenida da Saudade; o projeto Cidade Mirim de Trânsito, que leva conscientização sobre as leis de trânsito através das crianças; além de outras.
O presidente da Emdurb, Dr. Valdeci Fogaça, destacou também a redução do número de mortes no trânsito de Marília. “O nosso principal objetivo é sempre estar realizar ações que visem à preservação da vida humana. Neste sentido que estamos trabalhando a pedido do prefeito Daniel e os resultados estão aparecendo. A cada ano conseguimos reduzir esse número de óbitos e a nossa expectativa é que em 2020 tenhamos o menor número desde 2015, quando o Infosiga começou a divulgar esses dados. Agradeço também às parcerias público-privadas, que têm sido fundamentais para a realização das ações, e também ao apoio da Polícia Militar. O Fórum Paulista tem nos dado também todo suporte para que consigamos atingir o objetivo principal, que é a preservação da vida.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *