Marília terá intercâmbio universitário com cidade de Hiroshima no Japão

Prefeito Daniel Alonso pretende se reunir com as unidades educacionais de Marília para contar a novidade e traçar um plano de intercâmbio

 

Marília terá ao longo dos próximos anos intercâmbio universitário de jovens para o Japão. A novidade foi confirmada pelo Prefeito de Marília, Daniel Alonso em visita oficial ao país irmão.

Diretores e professores da “Hiroshima University” da cidade de Hiroshima receberam o chefe do executivo junto a uma comitiva mariliense, que firmaram o compromisso de receber jovens brasileiros no Japão.

“Eles deixaram a universidade totalmente a nossa disposição. Poderemos em breve enviar alunos brasileiros para intercâmbios de estudos e posteriormente para empregos. Temos grandes faculdades e universidades na nossa cidade, com os melhores cursos do Brasil. Será uma grande parceria”, disse Daniel Alonso.

Assim que retornar, o chefe do Executivo pretende se reunir com as unidades educacionais de Marília para contar a novidade e traçar um plano de intercâmbio. “As áreas são as mais diversas possíveis. Vamos trazer bastante conhecimento para Marília”, disse.

Cidade Co-irmã

Outra agenda oficial no Japão foi na cidade co-irmã de Higashihiroshima, onde o chefe do Executivo foi recebido com honras de Estado pelo Prefeito Yoshio Kurata, vice-prefeito e presidente da Câmara de Vereadores.

Além das formalidades, a comitiva, que contou com o presidente do Nikkey Marília Keniti Mizuno e o Deputado Federal Walther Ihoshi, assistiu uma apresentação de taikô e outras demonstrações artísticas japonesas.

A intenção da visita à cidade, que já é parceira de Marília há 38 anos, foi expandir intercâmbios já existentes na área do esporte e também investimentos empresariais no Brasil. “Reforçamos o compromisso da nossa cidade com Higashihiroshima e falamos do potencial de Marília com relação à indústria e ao comércio que movimentam a nossa cidade”, disse o chefe do Executivo.

Na cidade, o prefeito Daniel Alonso conheceu um clube escola onde recebeu uma surpresa com a “Cerimônia do chá”. Ele teve também a oportunidade de conversar com estudantes do Ensino Médio.

“Vamos levar para o Brasil uma grande experiência e boas ideias para serem implantadas na nossa cidade, onde já temos um ensino infantil e fundamental premiadíssimos. Precisamos somente melhorar junto ao Estado esse ensino médio”, disse.

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *