Mesa Diretora completa seis meses de gestão e apresenta balanço à população de Marília

Rádio legislativa deverá entrar em operação em fevereiro de 2020, prevê presidente da Câmara Municipal, vereador Marcos Rezende (PSD)

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Marília, composta pelo presidente Marcos Rezende (PSD), vice-presidente Cícero do Ceasa (PV), 2º-vice-presidente Danilo da Saúde (PSB), 1º-secretário Evandro Galete (Podemos), 2º-secretário João do Bar (PHS), 3ª-secretária Professora Daniela (PR) e 4ª-secretário José Luiz Queiroz (PSDB), completou seis meses de gestão à frente do Poder Legislativo. Durante transmissão ao vivo pela emissora legislativa TV Câmara, antes das cerimônias de inauguração da Sala das Comissões ‘Toninho Netto’ e da nova recepção do Edifício Legislativo ‘Vereador Sydney Gobetti de Souza’, que abriga a sede administrativa da Câmara (rua Bandeirantes, n.º 25), a Mesa prestou contas à população dos seis primeiros meses de trabalho.

“Entregamos nesta segunda-feira a remodelação da recepção do prédio da Câmara Municipal de Marília e a Sala das Comissões Permanentes ‘Toninho Netto’, que servirá a todos vereadores e à comunidade, representando assim mais opção para abrigar reuniões alusivas às atividades parlamentares”, contextualizou o presidente Marcos Rezende. Nestes primeiros meses de 2019 houve reestruturação das dependências da Câmara, incluindo setores estratégicos como o departamento jurídico, CPD,  gabinetes dos vereadores e repartições da presidência (gabinete e setor da comunicação social).

A população passou a contar com a Ouvidoria da Câmara Municipal, um canal específico e amparado legalmente para o recebimento de manifestações (denúncia, reclamação, solicitação, sugestão e elogio). A emissora legislativa TV Câmara vem passando por remodelação e aperfeiçoamento de conteúdo, com nova estética e mais opções na grade de programação. “Remodelamos a biblioteca legislativa, contratamos o segundo assessor visando agilizar a prestação de serviços à comunidade, contratamos emissora de rádio para a transmissão das sessões, autorizamos cursos para servidores efetivos dos setores de Licitação, Procuradoria Jurídica, Contabilidade e TV Câmara e contratamos estagiários”, elencou o presidente. Marcos Rezende ressaltou que outro ponto primordial destes seis primeiros meses foi o inédito acordo de cooperação com o centro universitário Fundação-Univem para a implantação do Plano Diretor de Informática da Câmara. “Esta cooperação técnica aperfeiçoará todo o setor de informática e a digitalização do acesso da população aos serviços públicos e atendimento oferecidos pelo Poder Legislativo”, garantiu o presidente.

Marcos Rezende comunicou que vem sendo desenvolvido um trabalho para que a emissora pública de rádio da Câmara de Marília, a rádio Câmara, possa ser implantada no próximo ano. “Montamos uma agenda e fixamos um prazo. Aliás, este é um objetivo desta Mesa Diretora, da presidência da Câmara e de todos os vereadores, a implantação da rádio Câmara. Esperamos implantar a rádio Câmara no retorno do próximo recesso. Portanto, em fevereiro de 2020, se Deus quiser, iremos inaugurar a rádio Câmara da nossa cidade”, considerou. Com relação às atividades parlamentares, foram analisados e votados no primeiro semestre 144 projetos de Lei, quase 1.500 indicações e um total de 914 requerimentos. “Obtivemos mais agilidade nas respostas dos requerimentos dos senhores vereadores por parte da Prefeitura Municipal de Marília, sendo que de 150 requerimentos sem respostas em janeiro de 2019, hoje, em junho, temos somente perto de 50 requerimentos pendentes”, concluiu o presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *