Ministério do Meio Ambiente: WWF-Brasil se posiciona sobre nova liderança

 O Ministério do Meio Ambiente é uma pasta estratégica para o Brasil avançar com urgência como um país que busca o desenvolvimento sustentável, onde justiça social e prosperidade econômica caminham lado a lado com o uso racional dos recursos naturais.


O WWF-Brasil reitera o papel imprescindível do Ministério do Meio Ambiente na redução do desmatamento no país.

Isso é fundamental para posicionar a agropecuária brasileira com tremendas vantagens competitivas no mercado internacional, tão importante para o setor. A destruição ilegal das nossas florestas na Amazônia e no Cerrado diminuem a competitividade dos produtos brasileiros diante de um mercado global que busca produtos livres de desmatamento. Além de também prejudicar o cumprimento dos compromissos que o Brasil assumiu no Acordo de Paris, de diminuição na emissão de gases de efeito estufa, e na Convenção sobre Diversidade Biológica.


“O Ministério do Meio Ambiente tem o papel de balancear as questões ambientais nas outras pastas do governo, zelando assim para que o Brasil tenha medidas necessárias para proteger de forma estratégica o nosso imenso patrimônio natural. É também essencial que o MMA tenha capacidade de dialogar com os diversos setores da sociedade, uma vez que o direito a um meio ambiente saudável se aplica a todos, desta e das futuras gerações.”

Mauricio Voivodic, diretor executivo do WWF-Brasil

A maior parte do desmatamento na Amazônia continua sendo feita por atividades ilegais, que seguem impunes na justiça brasileira. Estamos destruindo o motivo de maior orgulho nacional. É fundamental que essas atividades sejam controladas com vigor, e aqueles que cometem crimes ambientais sejam punidos com rigor.

De acordo com o economista Pavan Sukhdev, presidente do Conselho do WWF Internacional, “o Brasil possui todas as condições necessárias para ser líder mundial em sustentabilidade e economia. As empresas já começaram a entender que a preservação dos recursos naturais é uma tendência global irreversível”, afirmou em recente visita ao País.

FONTE : WWF BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *