Morre mulher baleada em invasão do Capitólio

A mulher baleada nesta quarta-feira durante a invasão do Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos, morreu, segundo fontes policiais ouvidas pelos principais veículos de imprensa do país.

A mulher foi retirada ensanguentada da sede do Congresso americano em uma maca enquanto centenas de manifestantes apoiadores do presidente dos EUA, Donald Trump, estavam dentro do edifício.

Do lado de dentro, os congressistas das duas casas – a Câmara dos Representantes e o Senado – estavam em processo de ratificação da vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro do ano passado. Os legisladores e o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, que presidia as sessões, foram retirados em caráter de emergência.

De acordo com as fontes ouvidas pelos veículos americanos, um membro das forças de segurança atirou na mulher dentro do Capitólio durante a invasão.

Além disso, vários policiais apontaram armas para manifestantes dentro da Câmara dos Representantes, uma cena inédita na história recente dos Estados Unidos.

Por fim, os agentes, em minoria, não conseguiram evitar que os manifestantes andassem por várias horas dentro do edifício do Capitólio, até mesmo ocupando escritórios de congressistas e registrando os momentos em fotos nas redes sociais.

Trump chegou a divulgar um vídeo pedindo aos manifestantes que voltassem para casa “em paz”, mas reiterou as alegações infundadas de fraude na derrota para Biden nas eleições presidenciais de novembro do ano passado que levaram hoje milhares de pessoas a ocupar o Capitólio.

FONTE : EFE BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *