Número recorde de pessoas com demência senil foi registrado como desaparecidas em 2018 no Japão

Um número recorde de pessoas com demência senil foi registrado como desaparecidas no ano passado, no Japão.

Segundo a Agência Nacional de Polícia, 16.927 casos envolvendo portadores confirmados ou suspeitos de demência senil foram registrados em 2018. Trata-se de um aumento de 1.064 casos em relação ao ano anterior.

O número de tais casos de desaparecimento ultrapassou a marca de 10 mil por seis anos consecutivos. O maior número foi registrado no ano passado, desde que a polícia passou a compilar dados nesse sentido em 2012.

Noventa e nove por cento dos desaparecidos que sofrem de demência senil foram encontrados até o final do ano. Contudo, a polícia diz que 197 continuavam desaparecidos nessa época do ano.

A polícia redobrou medidas para encontrar pessoas com demência senil rapidamente. Ela oferece seminários especiais para instruir policiais sobre os padrões comportamentais de pessoas que sofrem da doença, além de requisitar às municipalidades que enviem fotos dos desaparecidos para a criação de um banco de dados.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *