Órfã de guerra visita túmulo do pai no Japão

A filha de um japonês que emigrou para as Filipinas antes da 2ª Guerra Mundial fez a sua primeira visita ao túmulo do pai na província de Okinawa, a terra dele, no sul do Japão.

Zenaida Sumiko Fusato reside na província de Rizal, na região norte das Filipinas.

Hoje com 78 anos de idade, ela foi separada do pai na confusão da guerra. A mãe, filipina, morreu logo após a separação, deixando a filha órfã.

Zenaida saberia depois, pela certidão de nascimento, que o pai se chamava Yamato Fusato, da Ilha Tsuken, pertencente ao município de Uruma, em Okinawa. Também tomaria conhecimento de que ele havia morrido em 1996.

Em companhia de parentes, Zenaida visitou domingo na ilha o túmulo do pai. Disse que já se sentiu revoltada em relação ao pai por ele ter abandonado a ela e à sua mãe e retornado para o Japão. Diante do túmulo, disse que agora sente gratidão ao pai. Zenaida pretende ficar em convívio com parentes na sua estada em Okinawa até quarta-feira.

Uma organização sem fins lucrativos presta apoio a filhos de japoneses, como Zenaida, que foram separados dos pais no período da guerra. Segundo a entidade, das mais de 1.700 pessoas nestas condições, apenas 22 conseguiram até agora conhecer seus parentes japoneses.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *