Painel do governo japonês atualiza projeções de risco de terremoto em todo o país

Um painel do governo japonês atualizou suas projeções de risco de terremoto em todo o país nos próximos 30 anos.

Na terça-feira, especialistas do Comitê de Pesquisas sobre Terremotos divulgaram o mais recente Mapa Nacional de Perigo Sísmico.

Eles revisam o mapa anualmente, com base nos últimos dados sobre falhas ativas e resultados de estudos sobre fortes tremores.

O mapa apresenta as probabilidades calculadas de cidades de grande porte serem atingidas por um terremoto com intensidade mínima entre 5,5 e 6 na escala japonesa que vai de 0 a 7.

As chances de grandes tremores em cidades do leste de Hokkaido aumentaram bastante nas projeções de 2018, seguindo-se a uma reavaliação de atividades sísmicas ao longo da Fossa de Chishima, ao largo do norte da ilha principal de Hokkaido.

Segundo especialistas, existe risco de um fortíssimo terremoto com magnitude 8,8 ou superior na região.

Cidades da região de Kanto e na costa do Pacífico continuam sendo consideradas de alta probabilidade. Especialistas preveem um possível megaterremoto ao longo da Fossa de Nankai, ao largo da costa do Pacífico das regiões central e oeste do Japão, além da região de Tóquio.

A cidade de Chiba, localizada a leste nas proximidades da capital japonesa, registrou 85% – o número mais alto. Já Yokohama, ao sul de Tóquio, 82%. E Shizuoka, mais a oeste na costa do Pacífico, 70%.

A projeção para o centro de Tóquio é de 48%. Nagoya, na região central do país, registrou 46%. Esses números quase não tiveram mudança em relação a estimativas anteriores.

Osaka, no oeste do Japão, tem 56% de probabilidade. Na semana passada, a cidade registrou um terremoto com intensidade entre 5,5 e 6 na escala japonesa.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *