Potencial de consumo em Tupã apresenta queda neste ano

O potencial de consumo no município de Tupã apresenta redução de 2,85% em 2019, na comparação com o ano de 2018. Essa é a segunda baixa na expectativa de consumo em Tupã, que neste ano atingirá, principalmente, os consumidores da classe B. No ano passado, o potencial de consumo no município de Tupã teve queda de 3,25% em relação ao ano de 2017. 

Segundo a pesquisa realizada pelo IPC Maps, o potencial de consumo de Tupã, que no ano de 2018 foi de R$ 1.689.157.031,00, será reduzido, neste ano, para R$ 1.640.948.426,00 – ou seja, uma perda de R$ 48.208.605,00. 

O potencial do consumo urbano, que no ano de 2018 foi de R$ 1.642.286.480,00, terá uma redução de 3,22%, estimado, neste ano, em R$ 1.589.296.671,00. 

Já o potencial de consumo rural terá alta de 10,20%. No ano de 2018, foi de R$ 46.870.551,00 e, neste ano, a previsão é de R$ 51.651.755,00. 

O consumo “per capita” urbano teve redução de R$ 564,79 (2,18%). Passou de R$ 25.828,21 no ano de 2018 para R$ 25.263,42 em 2019. 

Já o consumo “per capita” rural apresentou alta de R$ 2.370,78, passando de R$ 21.246,85 em 2018, para R$ 23.617,63 neste ano. 

No ranking nacional, referente ao potencial de consumo, Tupã caiu 26 posições. No ano de 2018, o município estava em 385º lugar e, neste ano, caiu para 411º. A nível estadual, o município caiu uma colocação, e passou do 115º lugar para 116º lugar. 

Domicílios 

O número de domicílios em Tupã apresentou baixa de 0,92%, passando de 23.714 no ano de 2018, para 23.494 no ano de 2019. 

Os domicílios urbanos reduziram 1,04%, com queda de 22.943 no ano de 2018, para 22.703 no ano de 2019. A presença de domicílios rurais aumentou 2,59%, passando de 771 no ano de 2018, para 791 no ano de 2018. No ano de 2018, Tupã tinha 316 (1,4%) domicílios da classe “A”; 5.551 (24,2%) da classe “B”; 12.873 (56,1%) da classe “C”; e 4.203 (18,3%) das classes “D” e “E”. 

Neste ano, são 331 (1,5%) domicílios classificados na classe A; 5.387 (27,3%), na classe B ; 12.264 (54%), na classe C; e 4.721 (20,8%), nas classes D e E . 

Consumo

O potencial de consumo da classe “A” aumentou 37,22% neste ano, na comparação com o ano passado. No ano de 2018, o potencial de consumo dessa classe social era de R$ 123.487.798,00 e, neste ano, é de R$ 169.454.908,00. 

O potencial de consumo da classe “B” teve redução de 18,29%. Passou de R$ 718.437.250,00 em 2018, para R$ 586.971.824,00 neste ano. A classe “C” apresentou alta de 1,28% em seu potencial de consumo, passando de R$ 690.226.789,00 em 2018, para R$ 699.109.866,00 em 2019. 

O potencial de consumo das classes “D” e “E” aumentou 21,45%, e passou de R$ 110.134.642,00 em 2018, para R$ 133.760.073,00 em 2019. 
A representatividade de consumo da classe “A” passou de 7,5% para 10,7% neste ano; classe “B”, de 43,7%, para 36,9%; classe “C”, de 42% para 44%; e classes “D” e “E”, de 6,7% para 8,4%. 

Categorias

O potencial de consumo da classe “A”, referente à alimentação no domicílio, aumentou de R$ 6,8 milhões, em 2018, para R$ 9,2 milhões neste ano; classe “B”, redução de R$ 64,9 milhões para R$ 53,1 milhões; classe “C”, redução de R$ 97,6 milhões para R$ 97,1 milhões; classes “D” e “E”, aumento de R$ 17 milhões para R$ 20,6 milhões. 

No quesito alimentação fora do domicílio, a classe “A” aumentou seu potencial de consumo de R$ 6,9 milhões para R$ 9,4 milhões; classe “B”, redução de R$ 45,4 milhões para R$ 37,1 milhões; classe “C”, aumento de R$ 44 milhões para R$ 45,9 milhões; e classes “D” e “E”, aumento de R$ 6,5 milhões para R$ 7,9 milhões. 

O potencial de consumo da classe “A”, para manutenção do lar, teve redução de R$ 36,1 milhões para R$ 26 milhões; classe “B”, redução de R$ 186,4 milhões para R$ 152,3 milhões; classe “C”, redução de R$ 217,2 milhões para R$ 216,8 milhões; e classes “D” e “E”, aumento de R$ 36,9 milhões para R$ 48,1 milhões. 

Empresas

O número de empresas em Tupã apresentou aumento de 7,94% neste ano. De acordo com a pesquisa, no ano de 2018 o município contava com 9.943 empresas. Neste ano, são 10.733. 

A presença de empresas do setor industrial apresentou alta de 10,07%, passando de 1.102 no ano de 2018 para 1.213, em 2019; setor de serviços, alta de 10,43%, passando de 3.670 para 4.063; comércio, alta 6,11%, passando de 3.023 para 3.208; e empresas do setor agrobussines, aumento de 5,14%, passando de 2.139 para 2.249. 

População alfabetizada

A população alfabetizada em Tupã apresentou baixa de 1,50%, passando de 58.440 pessoas em 2018, para 57.558, neste ano. 

População

Segundo a pesquisa, neste ano foi registrada redução de 695 pessoas no município, passando de 65.791 habitantes em 2018, para 65.096 em 2019.

FONTE : TUPÃ CITY

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *