Prefeito Daniel Alonso participa da 2ª reunião do Conselho Municipalista

Encontro por videoconferência aconteceu na tarde desta terça-feira, menos de 24 horas após primeira reunião no Palácio dos Bandeirantes

O prefeito Daniel Alonso participou na tarde desta terça-feira, dia 12, da segunda reunião do Conselho Municipalista, criado pelo governador João Doria e que reúne representantes das 16 regiões administrativas do Estado de São Paulo.

Esse encontro foi realizado por videoconferência, menos de 24 horas após a primeira reunião que aconteceu na tarde de segunda-feira no Palácio dos Bandeirantes.

A reunião desta terça foi comandada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e contou com a participação de outros secretários estaduais.

Além de Daniel Alonso participaram também os prefeitos Edinho Araújo (São José do Rio Preto), Nelson Bugalho (Presidente Prudente), Dilador Borges (Araçatuba), Clodoaldo Gazzetta (Bauru), Guilherme Ávila (Barretos), Gilson de Souza (Francana), Duarte Nogueira (Ribeirão Preto), Jonas Donizette (Campinas), Jaqueline Coutinho (Sorocaba), Mário Sérgio Tassinari (Itapeva), Gilson Fantin (Registro), Paulo Alexandre Barbosa (Santos) e Edinho Silva (Araraquara).

O tema do encontro foi a apresentação do Plano São Paulo, que visa à retomada gradual das atividades comerciais que estão suspensas em razão da pandemia do Covid-19.

Daniel Alonso disse que a reunião foi bastante proveitosa. “Muito positiva, pois todos os prefeitos puderam falar e expor a situação das suas respectivas regiões, não só em relação ao Covid como também da situação econômica. Estamos construindo essas bases para que possamos em breve fazer essa retomada gradual das atividades paralisadas.”

O chefe do Executivo disse que é necessária a conscientização da população para que o chamado Dia D dessa retomada aconteça com toda a segurança.

“Essa conscientização é fundamental, pois a proposta de retomada gradual das atividades será baseada nos indicadores de cada cidade, como desaceleração de casos, achatamento dessa curva e quantidade de leitos hospitalares disponíveis, que não pode ter mais de 60% de ocupação.

Hoje Marília está numa situação confortável, já que a ocupação é de apenas 6%. Por isso, peço que a população continue tomando os cuidados, que é usar a máscara de proteção, manter o distanciamento e o isolamento, além de evitar aglomerações. Desta forma, conseguiremos fazer essa retomada gradual o mais breve possível”, afirmou Daniel Alonso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *