Se Série A-3 não retornar dia 12, 70% do elenco do MAC ficará sem contrato

Nesta quinta-feira (dia 8) poderá haver um posicionamento do Governo de São Paulo sobre a prorrogação ou não da ‘Fase Emergencial’, que se encerra neste domingo (dia 11), por mais 15 dias em razão da Covid-19. Se o Campeonato Paulista da Série A-3 não voltar na segunda-feira (dia 12), a data para o término não será 6 de junho, como era prevista na elaboração da edição 2021. Com isso, 70% do elenco do Marília Atlético Clube (MAC) ficará sem contrato.

Cinco dos 28 nomes precisarão renovar o vínculo de qualquer maneira, se o clube chegar até a final, pois terminam seus vínculos no dia 31 de maio. São os casos de: Diogo Calixto (lateral-esquerda), Victor Souza (zagueiro), Junior Santos (volante), Lucas Lino (atacante) e Wellington (atacante).

O Alviceleste tem 14 atletas com contrato se encerrando em junho. No dia 10 são onze jogadores: goleiros Cléber Alves, Agenor e Guilherme Boer; laterais Danilo Baia e Vitor Hugo; zagueiros Jean Pierre e Kauan; meia Bruno Sabiá, atacantes Luan Gama, Luís Henrique e Rafael. O zagueiro Geninho tem seu vínculo com término no dia 15, no dia seguinte o atacante Joãozinho e no dia 30 o volante Felipe Cordeiro.

O lateral-direito Danilo Melega, que ainda se recupera de um rompimento de ligamento no joelho, tem contrato até o dia 27 de julho. Outros cinco nomes estão com vínculo até o final do ano. O volante Matheus Silva até 30 de novembro e os outros quatro no dia 31 de dezembro: zagueiro Alison, volante Dagoberto e meia-atacante Wendel (foto).

O Marília tem três atletas com contrato longo. O atacante Orlando Junior tem vínculo até o dia 30 de junho de 2022. O do centroavante Gustavo Nescau vai até o dia 17 de fevereiro de 2023, mesmo ano do meia Guilherme Viera, que vai até 31 de dezembro.

FONTE:JORNAL DA MANHÃ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *