Show de ‘Trio Elétrico’! Léo Bahia marca 3 e MAC atropela na reestreia

Pena que o torcedor do Marília Atlético Clube (MAC) não pôde estar no estádio Bento de Abreu, para a reestreia do Campeonato Paulista da Série A-3, pois o time teve uma apresentação de gala e com show de ‘trio elétrico baiano’.

O placar de 5 a 0 sobre o Grêmio Osasco, pela 12ª rodada, teve como protagonista o atacante Léo Bahia, que entrou aos 29 minutos ainda do primeiro tempo e foi o responsável por três gols (‘hat-trick’) e uma assistência direta para outro.

Em menos de 90 minutos em campo, o jogador que entrou no lugar de Wellington (saiu machucado), fez mais gols que qualquer outro atleta do Alviceleste nas 11 primeiras rodadas antes da pandemia – Dener era o goleador com dois e não está mais no clube. Além disso, antes desta partida o Marília tinha feito apenas sete gols em 11 jogos e tinha o segundo pior ataque do estadual.

Outro número positivo com a goleada por 5 a 0 é que em nenhuma das 11 primeiras rodadas, o MAC havia feito mais de dois gols em uma partida. Com a vitória de ontem, os comandados do técnico Guilherme Alves deixaram a vice-lanterna (15º lugar) e assumiram a 12ª posição com 14 pontos – dois a mais que o Grêmio Osasco, que ocupou a colocação maqueana e está na zona do rebaixamento.

O Marília também está a somente dois pontos do 8º lugar Olímpia (16), último time da zona de classificação. O próximo compromisso do Alviceleste é dia 25 (sexta-feira), contra o Capivariano, às 15h, no estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara D’Oeste.

A preocupação de Guilherme Alves é o zagueiro Victor Souza e o atacante Wellington, que saíram machucados ainda no primeiro tempo e passam a ser dúvida

Os gols – O primeiro gol maqueano saiu somente aos 37 minutos do primeiro tempo. Com apenas oito minutos em campo, o atacante Léo Bahia recebeu passe pelo meio em profundidade pelo alto do volante Junior Santos, ganhou do marcador na disputa de bola pelo alto, invadiu a grande área, driblou o goleiro Charles e abriu o placar (1 a 0).

O segundo também foi do baiano, que veio do Ferroviário-CE. Aos dois minutos da etapa final, o lateral Bruno Oliveira cobrou escanteio da direita, o zagueiro Marcos Vinícius resvalou de cabeça na primeira trave e a bola ficou livre para Léo Bahia só empurrar com o gol livre (2 a 0). O terceiro maqueano não foi do protagonista da noite, mas foi dele o passe para Tito marcar.

O atacante arrancou pela direita, passou pelo adversário, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro na entrada da área para trás, para o centroavante bater de primeira com a perna esquerda pelo alto, sem chances para o goleiro, aos 15 minutos (3 a 0).

O quarto gol do Marília e o terceiro de Leó Bahia começou em uma jogada pelo meio, aos 26 minutos. O meia Keslley, que havia acabado de entrar, tentou lançar rasteiro pela direita para o atacante, porém a zaga adversária interceptou o lance, mas não conseguiu afastar por completo e o rebote ficou com Léo Bahia, que roubou a bola, invadiu a grande área pela direita e tocou rasteiro, na saída do goleiro (4 a 0).

O último gol do MAC não teve a participação de Léo Bahia. Aos 43 minutos, lançamento longo da zaga maqueana para a esquerda, achando o lateral Diogo Calixto (entrou no segundo tempo) com grande espaço até a linha de fundo. Ele carregou livre a bola do meio-campo até o ataque e cruzou pelo alto na segunda trave para o pequenino Maicon Assis (meia) cabecear livre (5 a 0).

Ficha técnica:

Local: Estádio Bento de Abreu, em Marília

Árbitro: Danilo da Silva

Cartões amarelos: Bruno Oliveira e Léo Couto (Marília); João Pedro (Grêmio Osasco)

Gols: Léo Bahia 37/1T, 2/2T e 26/2T, Tito 15/2T e Maicon Assis 43/2T (Marília)

Marília – Thiago Moraes; Bruno Oliveira, Victor Souza (Marcos Vinícius), Moisés e Luan Gama (Diogo Calixto); Junior Santos, Felipe Cordeiro e Maicon Assis; Wellington (Léo Bahia), Kelvy (Léo Couto) e Tito (Keslley). Técnico: Guilherme Alves.

Grêmio Osasco – Charles; Léo Vitor, Caio Talarico, Pedro Severo e Rodrigo (Matheus Dias); João Goes (Marcos Yuri), Ruan, Steylon (Vitor Wallace) e Vinícius Paiva (Paulo); Vinícius Ribeiro (Pablo) e João Pedro. Técnico: Leonardo Vitorino.

Leia Também

Fifa rechaça Mundial de Clubes em 2020 e o projeta no início de 2021

Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios

Com ‘novo’ elenco, MAC quer sair da vice-lanterna e ainda sonha com vaga

Futebol amador de Marília tem rodada neste fim de semana; confira a programação

FONTE : JORNAL DA MANHÃ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *