Três presas por venda de falsificados na loja

O Departamento de Polícia Metropolitana informou na quinta-feira (6) sobre a prisão de 3 pessoas, de uma loja de variedades em Okubo, em Shinjuku, Tóquio.

Uma delas, Yumi Sugimoto, a proprietária da loja, japonesa, mais 2 funcionárias sul-coreanas foram presas no dia 4 sob suspeita de violação da lei de marcas.

Elas tinham na loja cerca de 2 mil peças, muitas capas de smartphone da Gucci, todas apreendidas. Além dessas, tinham também outras imitações das marcas Chanel ou Yves Saint Laurent.

Segundo a polícia uma capa original custa em torno de 40 mil ienes, mas elas vendiam a imitação a 3,6 mil. Compravam de um fornecedor da China, pela internet, pagando 500 ienes por unidade.

Há suspeita de que a dona tenha levantado um faturamento de 8 milhões de ienes, desde junho do ano passado. Yumi teria dito “são imitações mas não eram para venda”, negando a suspeita. Mas, suas funcionárias admitem.

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *